Sexta-feira, 2 de Maio de 2014
Jardim de Infância #60

 

O livro que o Nenuco trouxe esta semana do Infantário foi “As Moedas de Ouro de Pinto Pintão” de Alice Vieira.

 

Resumo:

Pinto Pintão fartava-se de bicar no chão mas não encontrava nenhum grão. Pinto Pintão começava a desanimar, até que certo dia encontrou uma bolsa de moedas de ouro e resolveu ir entrega-las ao rei.

Mas o palácio do rei era muito longe e apareceram-lhe uma série de obstáculos. Primeiro foi um rio, Pinto Pintão bebeu a água toda para conseguir passar. Depois veio uma raposa e Pinto Pintão engoliu-a. De seguida uma Coruja e Pinto Pintão comeu-a. Por último, um lobo e Pinto Pintão devorou-o.

Cansado, Pinto Pintão chegou finalmente ao palácio e entregou as moedas ao Rei.

O rei agradeceu mas, em vez de lhe dar a recompensa, ordenou que os guardas o prendessem na capoeira. Então, Pinto Pintão abriu o bico e saiu a raposa que comeu as galinhas.

Sem medo, o rei mandou os guardas levarem Pinto Pintão para a cavalariça. Então, Pinto Pintão abriu o bico e saiu o lobo que comeu os cavalos.

O rei voltou a mandar os guardas enfiá-lo, desta vez num pote do azeite. Então, Pinto Pintão abriu o bico e saiu a coruja que bebeu o azeite.

Mas o rei era tão maldoso que ordenou aos guardas que o metessem dentro do forno. Então, Pinto Pintão abriu o bico e saiu a água do rio que apagou o forno, que alagou as ruas, que entrou pelas casas, que destruiu os campos e que inundou o palácio.

O rei ao ver tanta desgraça ordenou aos reis para que devolvessem a bolsa ao Pinto Pintão, desde que as águas parassem.

Pinto Pintão fez parar as águas, bateu asas de contente e nunca mais ninguém o viu.

Há quem jure que, entre montes e vales, se ouve o Pinto Pintão cantar que é feliz  e que encheu a dispensa com as moedas do rei.

 

Conclusões:

Já tinha reparado que o meu filho acha graça a rimas porque de vez em quando me pergunta o que rima com o nome dele, com o nome do pai, com o meu nome, com o nome do cão, e por aí fora. Farta-se de rir quando eu digo as palavras que rimam.

Nesta história, todas as falas de Pinto Pintão rimam e ele, como a educadora já tinha contado a história, sabia algumas.

 



Publicado por onossolugar às 18:38
Link do post | Comentar | Favorito

Terça-feira, 1 de Abril de 2014
Jardim de Infância #56

 

"O Sapo e Um Dia Muito Especial" foi o livro que o meu filho trouxe a semana passada e, como já é hábito, aqui fica o resumo.

 

Resumo:

O Sapo começou o dia muito entusiasmado porque a sua amiga lebre lhe tinha dito que hoje iria ser um dia muito especial. Mas o Sapo não sabia o porquê de ser um dia especial. Por isso resolveu perguntar à amiga Pata que lhe disse que era por ser sexta-feira. Depois perguntou ao Porco que lhe disse que era dia de lavar a roupa e por último perguntou ao Rato que lhe disse que todos os dias eram especiais.

Mas não era isso que o sapo queria ouvir e começou a achar que a Lebre o tinha enganado.

Como nenhum dos amigos o ajudou, o sapo foi triste para casa. Até que, ao chegar a casa, encontrou todos os seus amigos que começaram imediatamente a cantar-lhe os parabéns. O Sapo fazia anos e nem se tinha lembrado.

 

Conclusões:

A curiosidade do sapo domina toda a história e, nós que estamos a ler, também nos entusiasmamos por saber qual será o seu desfecho. O meu filho, que já estava triste por ver que o sapo também o estava, delirou com o final e disse-me: “Mamã, quando eu fizer anos os meus amigos também vêm à minha casa cantar-me os parabéns!”

 

 



Publicado por onossolugar às 21:22
Link do post | Comentar | Favorito

Terça-feira, 18 de Março de 2014
Jardim de Infância #54

 

“Um Lobo pela Trela” de Guido Visconti foi o livro que lemos esta semana. Está inserido no Plano Nacional de Leitura e recomendado para o 2º ano de escolaridade.

 

Resumo:

Osvaldo, o agricultou que tem as ovelhas mais gordas e as couves mais repolhudas, teve de ir à feira vender a ovelha mais gorda e a couve maior que tinha. Para isso, teve de levar também o lobo pela trela, senão o lobo atacava o rebanho enquanto o Osvaldo ia à feira.

O problema é que para ir até è feira, Osvaldo tinha de atravessar um rio numa barca pequenina em que não cabiam todos, ele tinha de evitar que a ovelha comesse a couve ou que o lobo comesse a ovelha.

Após várias tentativas sem êxito, Osvaldo continuava a pensar “Se faço assim, a ovelha come a couve. Se faço assado, o lobo come a ovelha. Se faço assim e assado, a couve come o lobo. A couve come o lobo? Que digo eu? Estou a ficar doido?”

Depois de muito pensar e de estar a ser gozado por animais que o observavam, Osvaldo lá conseguiu resolver o seu problema.

Levou a ovelha e deixou o lobo com a couve, assim o lobo não comia a ovelha. Voltou e levou o lobo para o outro lado, mas trouxe a ovelha de volta. Levou a couve para onde estava o lobo e deixou a ovelha sozinha. Voltou a ir buscar a ovelha e assim fez quatro viagens.

 

Conclusões:

Esta história foi baseada num divertido jogo de lógica e inteligência, põe à prova tanto a astúcia do protagonista como a do leitor, que tenta, apesar das dificuldades e obstáculos que lhe são colocados, chegar com sucesso ao seu destino, sem nunca desistir. 

Por vezes, surgem situações que, à primeira vista, parecem difíceis de resolver, mas o importante é não desistir e continuar à procura de uma solução.

O meu filho gostou da história, apesar de ter adormecido antes do final.

 



Publicado por onossolugar às 22:48
Link do post | Comentar | Favorito

Segunda-feira, 10 de Março de 2014
Jardim de Infância #53

 

O último livro que o meu filho trouxe do Jardim de Infância para lermos foi “Eu nunca na Vida Comerei Tomate”, de Lauren Child.

 

Resumo:

A Lola não é uma criança fácil na hora das refeições, não gosta de comer ervilhas, cogumelos, cenouras, ovos, batatas e salsichas. Particularmente, a Lola diz que nunca na vida comerá tomate. O seu irmão, muito paciente e imaginativo, encontra uma forma divertida de dar a volta a Lola e fazer com que ela coma de tudo.

 

Conclusões:

Pelo título do livro, pensei duas vezes se contaria a história ao meu filho, uma vez que ele adora tomate e por enquanto não é muito esquisito com os alimentos. De vez em quando já diz que não gosta de legumes quando vê muita verdura na sopa, mas acaba sempre por comer.

Quando comecei a contar a história, fui-lhe explicando que a Lola era uma menina muito esquisita e que, se não comesse nada daquilo, iria ficar doente porque o nosso organismo necessita de todos aqueles alimentos.

A Lola acabou por comer tudo o que o irmão lhe ofereceu e o meu filho ficou todo contente.

Mais uma vez pintamos a carinha do “Gostei Muito”.

 



Publicado por onossolugar às 21:32
Link do post | Comentar | Favorito

Quinta-feira, 20 de Fevereiro de 2014
Jardim de Infância #52

 

 

 

Quem não conhece a história do Capuchinho Vermelho levante a mão. Pois, bem me parecia, ninguém, não é?

Esta semana, o livro que temos para ler é precisamente o Capuchinho Vermelho.

 

Resumo:

A história dispensa apresentações e resumos, mas surpreendeu-me que, nesta versão há pequenas diferenças da história que me lembro desde sempre. Nesta, o lobo mau não come a avozinha, ela esconde-se dentro de um armário, logo os caçadores não abrem a barriga do lobo para a tirar de lá, ao aparecer o caçador, o lobo foge por uma janela.

 

Conclusões:

O livro está bem conseguido e, para além da história, que é narrada na parte superior das páginas, há também, na parte inferior, actividades para as crianças aprenderem ou praticarem vários conceitos, tais como, as cores, os números, os tamanhos, a localização de espaço, os movimentos, etc.

O Nenuco adorou a história, mas a pressa que eu terminasse cada página era grande, para responder às perguntas das actividades. Muito entusiasmado, portanto.



Publicado por onossolugar às 21:55
Link do post | Comentar | Favorito


Sobre mim
Pesquisar neste blog
 
Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Posts recentes

Livros

Jardim de Infância (14/15...

Livros

Jardim de Infância #65

Jardim de Infância #64

Jardim de Infância #60

Jardim de Infância #56

Jardim de Infância #54

Jardim de Infância #53

Jardim de Infância #52

Jardim de Infância #50

Jardim de Infância #49

Jardim de Infância #46

Jardim de Infância #45

Jardim de Infância #43

Jardim de Infância #39

Mais livros (continuação)

Mais livros

Jardim de Infância #35

Jardim de Infância #34 (c...

Jardim de Infância #34

Jardim de Infância #33

Jardim de Infância #32

Jardim de Infância #31

Arquivos

Setembro 2016

Agosto 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Etiquetas

4 anos

5 anos

6 anos

aquele dia

baby

barney

circular

coisas que gosto/quero

coisas que vinham mesmo a calhar

dúvidas e mais dúvidas...

filho

gravidez

jardim de infância

livros

maquilhagem

mundial 2014

música

pedidos ji

piadas

receitas

sonho/pesadelo

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds